Portal do Governo Brasileiro

Secretaria da

Comissão Interministerial para os Recursos do Mar

MARINHA DO BRASIL

VOCÊ ESTÁ AQUI: PÁGINA INICIAL > PROMAR

PROGRAMA DE MENTALIDADE MARÍTIMA

INTRODUÇÃO

A necessidade de implementação de um Programa de Mentalidade Marítima pode ser entendida por meio da compreensão do processo histórico que presidiu o relacionamento do Brasil com o mar.

Historicamente, o Brasil nasceu com vocação marítima, não só por ter sido descoberto e colonizado por uma nação marítima, mas também por ter sofrido suas primeiras invasões pelo mar. O desenvolvimento nacional ainda é, e continuará sendo, dependente das vias marítimas para grande parte de suas atividades.

Entretanto, devido a fatores conjunturais, ocorreu migração econômica para o interior, com “as costas” voltadas para o mar em diferentes aspectos entre eles os transportes e a alimentação. Dessa forma, houve, no seio da população brasileira, uma degradação de mentalidade marítima, a ponto de, nos dias atuais, os brasileiros, em sua grande maioria, pensarem no mar apenas de forma lúdica.

Daí decorre a necessidade geradora de uma Ação que pretenda resgatar tal mentalidade na população, nos níveis necessários e coerentes com dimensão de uma Nação eminentemente marítima como o Brasil.


imagem indicando link para voltar ao topo da páginaVoltar para o topo

OBJETIVO

revistas do PROPMAR

Estimular, por meio de ações planejadas, objetivas e continuadas, o desenvolvimento de uma mentalidade marítima na população brasileira, consentânea com os interesses nacionais e voltadas para um maior conhecimento do mar e seus recursos, da sua importância para o Brasil, da responsabilidade de sua exploração racional e sustentável e da consciência da necessidade de preservá-lo.


imagem indicando link para voltar ao topo da páginaVoltar para o topo

METAS

1. Propor a inclusão de temas ligados ao mar nas grades curriculares dos ensinos fundamental e médio;

2. Incrementar a realização de exposições itinerantes e palestras sobre assuntos do mar;

3. Ampliar a distribuição de material de divulgação das atividades da CIRM;

4. Fortalecer os laços entre a coletividade e o mar, por meio da dinamização dos museus oceanográficos; e

5. Ampliar para 2,4 milhões o número estimado de pessoas alcançadas anualmente por ações relacionadas ao desenvolvimento de mentalidade marítima.


imagem indicando link para voltar ao topo da páginaVoltar para o topo

INDICADORES

A identificação e a aferição dos aspectos relacionados ao PROMAR, feitas periodicamente, obedecerão o seguinte:

AFERIÇÃO UNIDADE DE MEDIDA REFERÊNCIA
DATA ÍNDICE

Número estimado de pessoas alcançadas anualmente por ações relacionadas ao desenvolvimento de mentalidade marítima.

Fonte: MB

UN 2010 800.000

imagem indicando link para voltar ao topo da páginaVoltar para o topo

PÚBLICO ALVO

foto de palestra do PROPMAR

1. Membros dos poderes constituídos;

2. Estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio e classe universitária, pertencentes ao Sistema de Ensino do País;

3. Professores e profissionais de ensino;

4. Comunidade científica;

5. Profissionais das áreas de turismo, de comunicação e engajados na vida marítima; e

6. População em geral.


imagem indicando link para voltar ao topo da páginaVoltar para o topo

EXPOSIÇÃO ITINERANTE

A exposição tem o objetivo de divulgar à sociedade brasileira as atividades dos Programas vinculados à Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (CIRM) na Amazônia Azul e na Antártica.

foto de esposição do PROPMAR

O termo "Amazônia Azul" foi criado pelo Comandante da Marinha e Coordenador da CIRM para chamar a atenção para uma área marítima que, maior do que a verde, é inimaginavelmente rica. Essa área marítima abrange o mar territorial, a zona econômica exclusiva e a plataforma continental brasileira, resultante de compromisso assumido pelo País ao ratificar, em 1988, a Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar e incorporar os seus conceitos à legislação brasileira.

O Brasil, em 2004, depositou na Comissão de Limites da Plataforma Continental da Organização das Nações Unidas sua proposta de limite exterior da Plataforma Continental.

Com o parecer favorável dessa Comissão de Limites, estaremos desenhando nossas últimas fronteiras a leste, acrescentando ao nosso País uma área marítima de cerca de 4,5 milhões de quilômetros quadrados, correspondentes a mais de 50% de sua extensão territorial.

Tal fato, apresenta-se como oportunidade única para se gerar uma Ação que pretenda resgatar a mentalidade marítima na população, nos níveis necessários e coerentes com a dimensão de uma Nação dependente do mar como o Brasil.

foto de esposição do PROPMAR

Outro Programa de suma importância para o País desenvolvido no âmbito da CIRM é o Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR).

A Antártica é um continente inóspito, distante e totalmente desconhecido do brasileiro e que por isso nutre curiosidade sobre fatos relacionados a ele. O que a maioria dos brasileiros desconhecem é que nosso país promove, há 30 anos, pesquisas científicas diversificadas naquela região através do PROANTAR, o que lhe permitiu ser admitido como membro consultivo do Tratado Antártico, com direito a voz e voto sobre o futuro daquele continente.

A Antártica, sexto continente do Planeta e único sem divisão geopolítica, ainda está longe da globalização mesmo com os meios de comunicação existentes. Sua fauna e "modus vivendi", suas riquezas e importância estratégica, e a decisiva participação brasileira nesse processo de exploração científica, são conhecimentos que merecem ser divulgados à sociedade brasileira.

Assim, a CIRM resolveu dotar o PROMAR de uma exposição itinerante que retrata esses dois temas tão importantes para o País, a Amazônia Azul e a Antártica. Esta exposição é composta de maquetes, roupas especiais, equipamentos, banners, moto de neve e pinguins de fibra. Conta, ainda, com equipamentos multimídia para exibição de filmes e reportagens brasileiras no Continente Antártico, no Arquipélago de São Pedro e São Paulo e na Ilha da Trindade e Arquipélago de Martin Vaz.


imagem indicando link para voltar ao topo da páginaVoltar para o topo
logo de acesso à informação do governo federal logo do governo federal