Portal do Governo Brasileiro

Heráldica




Descrição

Num escudo boleado e encimado pela coroa naval, colocado sobre uma âncora de vermelho, chefe de azul com templo de prata ladeado por duas araucárias filetadas de prata, na sua cor; no contrachefe duas faixas ondadas, de prata, e brocante sobre estas uma roda de navalhas, em vermelho. Pendente do distintivo, a insígnia da Ordem do Mérito Naval.




Explicação

No campo de azul, esmalte clássico da Marinha, a igreja do chefe rememora a catedral de São Pedro, edificada no terceiro quartel do século XVIII, na cidade do Rio Grande, sede do 5º Distrito Naval, e na qual Joaquim Marques Lisboa, mais tarde Marquês de Tamandaré, foi batizado; as araucárias, espécies coníferas popularmente conhecidas como "pinheiros-do-Paraná", reporta-se ao estado paranaense, também sob jurisdição do Distrito em apreço. A roda de navalhas alude ao instrumento do suplício de Santa Catarina, mártir que dá nome ao estado brasileiro que abrigou, no passado, a sede do 5ºDN, sendo as águas jurisdicionais deste Distrito recordadas pelo faixado-ondado. A insígnia pendente do distintivo foi a este anexada em decorrência do Decreto do Presidente da República Federativa do Brasil de 04 de maio de 1994, que outorgou a comenda à organização militar.