Saiba mais...

WAVEWATCH III

O Wavewatch III ™é um modelo de ondas desenvolvido pela National Weather Service (NWS) / National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) que possui importantes melhorias em relação as suas versões anteriores (WWI e WWII) no que diz respeito às equações governantes, a estrutura do modelo, os métodos numéricos e as parametrizações físicas. O modelo calcula a evolução espacial e temporal do espectro bidimensional de ondas, através da equação de transporte advectivo com base na conservação da densidade espectral de energia. O termo fonte é tipicamente representado como somatório de três processos, a entrada de energia pelo vento, interações não lineares do tipo onda-onda, e dissipação por whitecapping. A física do modelo inclui geração de energia, dissipação devido à quebra de ondas e fricção com o fundo, refração, advecção e interações onda-onda triplas e quádruplas. Informações mais específicas em relação ao WWIII são encontradas no link http://polar.ncep.noaa.gov/waves/wavewatch/.


O WW3 no CHM

Atualmente no Centro de Hidrografia da Marinha utiliza-se a versão mais recente do WW3 (versão 4.18). Operacionalmente o WW3 é utilizado para previsão no Oceano Atlântico em uma área que também abrange parte do Oceano Pacífico e Índico. Esta área gera condições de contorno para demais áreas como a Antártica, METAREA V, e comissões especiais como o Caribe. Tanto Atlântico como Antártica utilizam campos de vento a 10 m do modelo global alemão ICONe do modelo global GFS. A METAREA V é forçada tanto com o modelo GFS quanto com o COSMO, assim como a área Sul-sudeste, aninhada com a METAREA V.

 

CONFIGURAÇÕES

METAREA V

 

SUL/SUDESTE

 

ANTÁRTICA